15 de maio de 2010

Cerro do Purunã

Esse pedal deveria ter acontecido semana passada, mas como choveu o sábado inteiro, acabou ficando pra esse fim de semana (15/05). Saímos da Havan Barigui 07:10h em quatro ciclistas: Leandro, Guilherme, Rafael, e Adilson. Seguimos pela 277 sentido Campo Largo, paramos no Jusita pro café da manhã e depois seguimos direto até a estrada de concreto da Itambé.
Pedalamos cerca de 4km pelo concreto e entramos na Estrada da Faxina, já na primeira descida mais forte o peu dianteiro do Guilherme abriu na lateral, fizemos um manchão e trocamos a câmara. Continuamo pela Faxina até a saída pra Toca da Onça, durante a subida descobrimos que pelo local estaria passando um enduro equestre, mais adiante cruzamos com várias pessoas a cavalo.
Saindo da Toca, ao invés de retornarmos até a Faxina, pegamos um caminho novo, que leva até São Luis do Purunã, mas passando pelo Cerro do Purunã. O trecho de subida é longo e bem pesado, tive que empurrar a bike quase o trecho todo. O caminho passa por trilhas mais fechadas em meio a mata e trechos abertos, em meio ao campo. O visual no fim da subida compensa todo o esforço. Nesse trecho o Adilson teve o pneu traseiro furado.
Chegamos em São Luiz e fomos direto almoçar, pois já era quase 13h e todo mundo estava com fome. Saindo do restaurante seguimos até o Cristo do Purunã, e de lá voltamos pra Curitiba, fazendo um rápida parada em Campo Largo num mercadinho.
Chegamos no Barigui 16h, ali o Rafael e o Adilson seguiram por outro caminho, eu e o Guilherme ficamos tomando Caldo de Cana. Cheguei em casa 17h com 116,5km.

6 comentários:

Bikelando disse...

Adorei as fotos, que lugar bonito! Me fez lembrar um pouco de Lages.
Parabéns pelos excelentes pedais realizados.

Fabrício Souza disse...

Vai ter que ir novamente para esses lado mais uma vez, pois a Toca da Onça está pendente para mim. Muito legal este trecho da saída da Toca da Onça.

Mildão disse...

muito massa,

esse vai ter repeteco :D

Leandro Tagliari disse...

Obrigado Bikelando!

Mildo e Fabricio, é só marcar que vamos lá novamente, mas dai descemos a faxina e subimos o cerro.

Renato disse...

Bom pedal! Repeteco, até a toca da onça estava seca. Este cerro vai por aquela estrada que o Mildo viu, lá em cima?

Renato

Leandro Tagliari disse...

Isso, lá em cima pega a trilha da esquerda. Ou antes da última descida pra toca, dá pra subir direto por um "atalho" em meio ao capim.