1 de maio de 2010

Catanduvas do Sul

O pedal desse feriado (01/05) foi guiado pelo Jeferson, vizinho da TagBike. Já havia um tempo que estávamos combinando um pedal, mas nunca dava certo por algum motivo, porém, nesse feriado deu certo e fizemos um pedal bem caprichado.
Saímos da Tagbike em 5: Leandro, Cristovão, Luquetta, Junior e o Busa. Seguimos pro Água Verde, Portão e encontramos com o Jeferson e o Japa no final da João Bettega, próximo ao contorno. Já na saída de Curitiba passamos por umas estradinhas com muita lama, já ali as bikes encardiram e a lubrificação da corrente foi embora, tirando esse detalhe, muito bom o trecho, no seco deve ser um pedal bem bacana.
Após essa estradinha passamos pela Av. das Araucárias e seguimos até a BR476, por onde pedalamos até adiante do Rio Iguaçu. A partir desse ponto retornamos pras estradinhas de terra. A partir desse trecho pra mim foi tudo novo, nunca tinha passado por essa região. Pegamos umas três estradas sem saída e com isso acabamos desviando de Guajuvira (Guajuvira de Baixo), passamos por muitas estradinhas muito boas de pedalar, até chegarmos na BR novamente.
Seguimos agora em direção a Guajuvira de Cima, região muito boa pra pedalar também, poucas subidas e com muitas opções de caminhos, a cada instante tem uma bifurcação, eu já estava perdido desde a primeira estradinha sem saída.
Nessas alturas a corrente já dava impressão que iria arrebentar, de tão seca e barulhenta. O Jeferson conseguiu em uma casa um pouco de azeite e passou na dele, já ajudou, mas logo secou novamente.
Chegamos em Catanduvas do Sul, que é um distrito de Contenda. Local bem simples e quase tranquilo, ao lado da mercearia onde paramos pra comer, tinha uma casa com duas caixas de som tocando qualquer coisa com volume alto, até parecia a rádio local. Já na hora da saída apareceu uma belina velha e um pessoal começou a brigar, mas pra acalmar os ânimos decidiram ir no bar ao lado tomar cerveja e resolver o problema depois. A mercearia serviu pra tomarmos uma coca bem gelada e fazer um lanche antes de iniciarmos a volta.
Saíndo de Catanduvas cogitamos a possibilidade de seguir até Contenda, mas voltamos pelo mesmo caminho até uma altura e pegamos outro caminho pra volta, o que acabou sendo uma boa escolha. Nesse trecho consegui em um bar um pouco de graxa pra passar na corrente, o melhor seria óleo, mas como ela estava totalmente seca, até margarina ajudaria.
Terminamos o trecho de terra e voltamos pra BR, bem perto do local de onde saímos dela horas atrás. Dali foi asfalto direto até Araucária.
Chegando no contorno o grupo se dividiu, o Busa seguiu pelo contorno sentido Linha Verde, Luquetta sentido Fazendinha, e o Jeferson com o Japa ficaram no posto onde havíamos nos encontrado. Continuamos em 3 até a República Argentina, onde o Junior seguiu pela canaleta, eu e o Cristovão voltamos pra TagBike. Esse trecho final, do Contorno até em casa, foi o mais cansativo pra mim, as pernas já estavam pesadas e a João Bettega parece não terminar nunca.
Cheguei em casa 15:10h com pouco mais de 98km.
Mapa do pedal:
Atualizando:
Mais fotos aqui e aqui.

2 comentários:

Rodrigo disse...

Quero fazer uma dessas qualquer dia. Bem legal!!

Abraços!
Rodrigo Stulzer
transpirando.com

Bikelando disse...

Caramba, me deixou com vontade de fazer um pedal em Curitiba!
Agora já sei que é bom levar lubrificante extra! rsrs