20 de fevereiro de 2010

Morro do Cal

Olhando pelo Google Earth encontrei o Morro do Cal, em Campo Largo, e como o local pareceu interessante marquei um pedal até lá nesse sábado (20/02). Marcamos a saída pra 08:00h, chegando no local combinado já encontrei o Fabricio e o Tui, esperamos mais alguns minutos e então apareceram o Bruno e o Guilherme. Seguimos pra Havan Barigui, onde encontramos o Daniel.
Seguimos pedalando pela 277 até o contorno, onde entramos nas estradinhas de terra, essa região é bem acidentada, com isso o ritmo do pedal fica mais lento. Seguimos por estradinha bem fechadas até chegarmos na Colônia D. Pedro, onde paramos uns minutos.
Saíndo da colônia pegamos um bom trecho de descida, mas logo em seguida tivemos que subir novamente, algumas subidas bem fortes. Durante uma descida o Guilherme furou o pneu traseiro, enquanto ele trocava a câmara aproveitamos uma boa sombra ao lado, estava muito quente.
Seguimos por estradinhas de terra até chegarmos na estrada de Bateias, por onde seguimos até chegar na Igreja do Micheleto, dali o Guilherme seguiu direto até um posto na 277 onde esperaria seu resgate, pois sua bike teve problemas na roda traseira e ele não poderia continuar. O pessoal aproveitou um bar pra repor a água, e dali seguimos pro morro.
Passamos direto pela entrada da trilha e nem vimos, por sorte uma moradora do local nos ensinou aonde pegar a trilha pro morro. Achamos a trilha e começamos a subir, o caminho é cheio de pedras soltas, um tanto perigoso, pois se escorregar vai parar lá embaixo. Subimos até a metade do caminho, o sol estava forte, a fome tava batendo, e as pernas já não respondiam de acordo. O Bruno seguiu até o fim, enquanto isso nós voltamos até a estradinha e ficamos numa sombra esperando por ele.
O objetivo agora era ir almoçar, todos já estavam com muita fome, no caminho paramos num bar pra comprar água e beber uma gasosa, depois disso pegamos mais algumas subidas e um trechinho chato de paralelepípedo até que chegamos na churrascaria na 277.
Voltamos a pedalar 15:20h, voltamos pela 277 até a entrada pra Estrada do Mato Grosso, por onde seguimos até o Parque Passaúna, parando no fim da trilha ecológica em uma sombra pra descansar.
Do Passaúna seguimos pro Barigui, tomar caldo de cana, e dali cada um pegou seu caminho.
Fechei o pedal com 95km.

8 comentários:

Mildão disse...

pedal massa,, jah guardei o track :D

Rodrigo disse...

Legal o pedal!

Só um detalhe, que você falou no convite. O Morro do Cal já foi usado pelo pessoal do Parapente, mas hoje quase ninguém vai lá. Depois que arrumaram a estrada do Palha (em frente ao Bar do Paulo), o Cal caiu em desuso.

Abraços!
Rodrigo Stulzer
transpirando.com

Leandro Tagliari disse...

Imagino Rodrigo, a trilha estava com cara de abandonada mesmo, quase não conseguimos achar a entrada dela, e quando entramos o Fabricio foi pegando todas as teias do caminho :-)

Leandro

Lulis disse...

Pena não terem chego ao cume! Ainda assim, saiu um pedal muito bacana, parabéns! Tá na lista (só que com morro! haha)! Hábraços!

Luiz disse...

Pedalzão... A suspensão da minha bike foi pro vinagre e fiquei a pé esse fim de semana :(

Daniel disse...

show de pedal...
Pra achar a trilha foi dificil, pra subi-la entao...

Emerson Stringari disse...

Como consigo a rota pra chegar até la

Leandro Tagliari disse...

Opa, segue link pro maps:
https://www.google.com.br/maps/dir/-25.4349806,-49.5337946/-25.387908,-49.544133/Morro+do+Cal+-+R.+Retiro+S%C3%A3o+Jos%C3%A9,+Campo+Largo+-+PR/@-25.4072372,-49.5510697,14z/data=!4m10!4m9!1m0!1m0!1m5!1m1!1s0x94dd19d1bdc526e9:0x61182374396ac4d8!2m2!1d-49.5526151!2d-25.3864938!3e1