14 de novembro de 2009

Represa do Vossoroca

O pedal desse sábado (14/11) era pra ser curto e rápido, mas como foi tudo marcado em cima da hora o roteiro também ficou em aberto, somente na hora de sair que resolvemos ir até a Represa da Vossoroca, no município de Tijucas do Sul, fomos apenas em dois, eu e o Daniel. Saímos da TagBike já passava das 08:30h e seguimos até São José dos Pinhais, onde fizemos uma rápida parada pra algumas fotos no centro, a próxima parada foi só no pedágio pra beber água e dar uma descansada, ficamos uns cinco minutos parados e já seguimos adiante, estávamos mantendo uma velocidade boa.
Quando paramos no pedágio descobri que minha caramanhola estava furada, e que quase metade da água gelada que eu tinha foi pingando pelo caminho, após isso paramos novamente já bem perto da represa, no posto Monte Carlo II pra comer umas laranjas, e dali seguimos direto até chegar na represa.
Após passarmos pela ponte, avistei uma trilha meio escondida no meio das arvores, não deu outra, fomos ver aonde isso iria chegar. No início enfrentamos uma descida bem forte com algumas erosões, e logo chegamos no nível da água, seguimos pela trilha por um bom trecho, o Daniel catou umas teias de aranhas pelo caminho, em uma dessas veio uma aranha de brinde, que ficou passeando pela bike.
Existem outros caminhos na região, mas como estávamos com o horário bem adiantado resolvemos deixar pra explorar esses caminhos em outra hora, o mais legal foi encontrar uma cachoeira, poucos metros após o fim da trilha, pena que não conseguimos chegar nela por falta de acesso, mas mesmo assim já compensou o longo trecho de asfalto.
Aproveitamos que a água era rasa próximo a margem pra lavar o rosto, braços, pernas, enfim, dar uma refrescada, o calor tava pegando, o local é bem abafado. Voltando pra BR seguimos até o posto Monte Carlo pra almoçar, pois já era quase meio-dia. Comemos dois X-salada cada um e detonamos dois litros de coca, a surpresa foi na hora de pagar, R$6,00 cada X-salada, pelo menos serviu pra encher a barriga.
Na volta fizemos três paradas, em um posto de gasolina pra comprar água e gatorade, em outro posto pra arrumar um pneu furado na bike do Daniel, e no centro de São José pra tomar um sorvete, depois disso foi só pegar a Marechal e vir embora.
Cheguei em casa pouco antes das 17:00h com 115km rodados e bem torrado do sol, esqueci o protetor solar.

3 comentários:

Daniel disse...

Tesao de pedal rs
to todo queimado nos braços e pernas alem de uma dor danada no pescoço de vermelhao rs
mas foi show, temos que ir la denovo pra explorar aquela subidona...
aquele

Mildão disse...

nome do pedal,,

PEDAL DOS PANÇUDO,,,

hahahahahahahha

mooooooooove

Fabrício Souza disse...

Cara lega você ter achado aquela cachoeira, coloca ai o trecho que vc faz pelo Google Earth, para eu achar a cachoeira pelo GPS